Ideias Emergentes

Produção Cultural, CRL

Dança Contemporânea – Detalhes

INTRODUÇÃO

“Em qualquer corpo, lugar de manifesto da energia gestual da pessoa, lugar da criação, lugar gerador de ficção e de fantasias, lugar propulsor de realidades que nos faz imitar gestos, movimentos, posturas, na actualidade mais duradouros e menos efémeros do que os fluxos das imagens áudio-visuais, aí se podem encontrar figuras de afirmação, algumas crenças, corporeidades positivas.” 1

Este workshop dirige-se a todos os interessados em experimentar, aprender ou reaprender metodologias e processos de criação em Dança e as suas respectivas análises.

Desenvolvendo-se em 6 horas intensivas irá abordar-se os elementos e ferramentas base usadas na composição coreográfica. Para uma melhor inserção dos formandos na compreensão da poética da dança contemporânea será analisado o ensaio de António Pinto Ribeiro por exemplo a cadeira – ensaio sobre as artes do corpo, abrindo-se o espaço à discussão e dissertação sobre este.

Os exercícios serão essencialmente práticos e funcionarão como a experiência da poética discutida. Nesta componente prática os formandos terão a oportunidade de trabalhar individualmente e em pares.

1 PINTO RIBEIRO, António (1997), por exemplo a cadeira – ensaio sobre as artes do corpo, Lisboa: Cotovia

OBJECTIVOS

Introduzir noções de base à compreensão da dança contemporânea usando para isso a componente pratica da criação desta, assim como um ensaio já bastante debatido e conhecido que caracteriza de forma eficaz a poética da dança contemporânea.

Espera-se que num curto espaço de tempo os formandos desenvolvam a curiosidade suficiente pela dança contemporânea de modo a tornar-se um público activo e participativo nas suas expressões.

CONTEÚDOS/SESSÕES DO CURSO

– Introdução aos princípios da poética da dança coreográfica;

– Introdução aos princípios da composição coreográfica.

– Construção de uma frase coreográfica simples, seguindo as indicações do formador.

– Aprimoramento da frase coreográfica.

– Observação das diferentes frases e debate sobre as mesmas.

– Alterações nos objectos criados.

– Formação de pares. Troca de frases coreográficas.

– Discussão com os formandos sobre o processo de trabalho.

%d bloggers like this: